Commodities: Milho e Soja passam por correção técnica e sobem em Chicago. Trigo encerrou o dia em queda.

Depois de caírem 5% na sessão de ontem, os contratos do milho para setembro, os mais negociados na Bolsa de Chicago, avançaram 2,4% (16 centavos de dólar) nesta sexta-feira, a US$ 6,8275 por bushel.

Diferente do milho e da soja, o trigo encerrou a semana com queda em Chicago. Os contratos para setembro, os de segunda posição e também os de maior liquidez, fecharam o dia em queda de 1,34% (12,75 centavos de dólar), a US$ 9,3650 por bushel.

Para Luiz Carlos Pacheco, Analista Senior da TF Consultoria Agroeconômica, os preços caíram com os fundos de investimento realizando lucros. Segundo ele, o receio de uma recessão global seguirá como fator de pressão ao trigo em Chicago.

“Alemanha vive um cenário de ‘estagflação’ e a China, que tinha crescimento de até 9% ao ano, pode ver seu PIB encolher para 4,5%, diminuindo a importação de matérias-primas. Tudo isso aliado a alta dos juros comprime a demanda a nível global, e todas as commodities caem”, lembrou Pacheco.

A guerra na Ucrânia é um fator de suporte para as cotações, e o analista diz que o conflito deve manter o preço do trigo em Chicago na casa dos US$ 10 por bushel. “Não existe uma perspectiva para o fim da guerra no curto prazo. Mesmo que um corredor de exportação pelo Mar Negro fosse liberado, levaria seis meses para retirar as minas instaladas na região pela Ucrânia. Apesar disso, a notícia da abertura desse corredor de exportação causaria um efeito de baixa nos preços em Chicago”, disse.

Por José Florentino e Paulo Santos, Valor — São Paulo

24/06/2022 16h40 Atualizado há 22 horas

https://valor.globo.com/agronegocios/noticia/2022/06/24/commodities-milho-e-soja-passam-por-correcao-tecnica-e-sobem-em-chicago.ghtml

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *